segunda-feira, 9 de abril de 2012

"Amanha não é outro dia,se o hoje realmente não tiver se resolvido"

...eu não me lembro muito bem,ou,decidi não querer lembrar, de quando parei de saber sobre a vida de certas pessoas,não sei mais o motivo de estarem sorrindo,nem sei ao menos se ainda são os mesmos.
Lembro-me ao olhar as estrelas,das promessas que já fiz a elas,mas não me lembro o motivo de ter seguido o caminho inverso.
Alguns valores mudaram e as experiências de vida aumentaram.
Recordo-me das pessoas que já fiz sofrer,que já fiz chorar,que já fiz morrerem de raiva de terem simplesmente cruzado o meu caminho e sinceramente,não sei se pedi perdão a todas.
De alguns,tenho apenas fotos,uns bons momentos que jamais deixarão de rodar no cinema das recordações,na caixinha de memórias permanentes.
E de outros,lembro-me que não fui eu quem decidi deixar partir,partiram por conta própria e por motivos que jamais justificarão.
Talvez vocês devam estar pensando que não eram amigos de verdade,ou,que não deveriam ter ficado em minha vida,eu também já pensei assim,mas não é verdade,talvez eu tenha me acomodado um pouco e o que deveria ser meu,voou para outro jardim.
Acho que estou mesmo é procurando a gaveta onde deixei escondido o mapa do velho caminho,sei que os tesouros não estarão todos onde vi pela ultima vez,mas tenho certeza que um bom ponto de partida em mãos é o primeiro passo.

4 comentários:

  1. Mais uma vez uma postagem super ultra mega poética parabéns amiga muito boa mesmo bjus

    ResponderExcluir
  2. Quem sabe esta gaveta não esteja dentro de seu coração? Quem sabe o mapa velho tenha sumido e dado lugar ao mapa novo com a localização exata dos tesouros passados, presentes e futuros? Quem sabe, quem sabe...

    ResponderExcluir
  3. A bem verdade é pra que alguém se sinta importante é preciso não dizer, mas fazer com que a pessoa se sinta como tal.

    Palavras jogadas ao ar enxem um bonito balão de ar, mas tão somente. Dizer amigo, saudade, é muito tenro (arranca até um sorriso, quem sabe), todavia, o que estas palavras representam na realidade? O nome, o título não comprova a consistência ou veracidade do mesmo.

    Se você sente mesmo falta, acha que essas pessoas eram importantes de fato, minha cara, o primeiro passo não é dizer.
    É fazer alguma coisa.

    PS: essa caixa você já tem há tempos, o que é ótimo. Falta-lhe abrir. Atitude, talvez?

    ResponderExcluir
  4. tanto talento...

    ResponderExcluir